Endereço: CRS 505, Bloco A Entrada 11 Sala 105 - CEP: 70.350-510 - Asa Sul - Brasília/DF | Fone: (61) 3256-0803 | 3256-0802 | 9 9964-8439

Programa leva benefícios para 400 famílias em Divinópolis (TO)

A_O-2-91

O município de Divinópolis, no Tocantins, recebeu, no domingo (1/6), o título urbano que passa da União para a localidade, a gestão de uma área de 40 hectares, onde está localizada o bairro Fernandinho. A ação, que faz parte da programação de aniversário do município, vai beneficiar diretamente 400 famílias que moram na localidade. A entrega do documento é uma iniciativa do Programa Terra Legal do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

 

Para Sérgio Lopes, secretário de Regularização Fundiária na Amazônia Legal (Serfal/MDA), a titulação urbana é fundamental para a modernização da gestão fundiária na região. “Com a doação das áreas, o MDA cumpre seu papel de garantir a correta destinação das terras federais na Amazônia Legal. Temos aqui uma ação com dois resultados importantes: criamos condições para o desenvolvimento sustentável dos municípios, ao mesmo tempo que ampliamos a gestão sobre a malha fundiária”, avalia o secretário, que lembra ainda que todos os dados fundiários obtidos pelo Terra Legal são públicos e estão disponíveis no site do ministério.

 

O coordenador do Terra Legal no estado, Geylson Galvão Sales, salienta que a demanda pela regularização urbana na comunidade é antiga. “A realidade é que faz mais de 18 anos que os moradores da comunidade pedem a regularização fundiária. Com a doação do bairro Fernandinho, a prefeitura vai ter condição de emitir o título de cada lote da comunidade. Assim as famílias realizam o sonho de ter a escritura de sua propriedade e o gestor público tem mais facilidade para construir equipamentos públicos na comunidade”, destaca o coordenador do programa de regularização fundiária do MDA para a Amazônia Legal.

 

Com a posse definitiva das terras, o MDA garante as condições para o desenvolvimento da região. Dessa forma, moradores, comerciantes e empresários têm condição de acessar políticas de crédito e a prefeitura pode receber investimentos dos governos Federal e estadual, além de atuar da regularização urbana.

 

Programa Terra Legal Amazônia

 

 Criado em 2009 e coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, o Programa Terra Legal Amazônia tem como meta resolver os problemas de regularização fundiária Amazônia Legal. Seu objetivo é a regulamentação de terrenos ocupados por posseiros em terras públicas federais chamadas de “não destinadas”. Incluem-se nessa classificação aquelas que não sejam consideradas reservas indígenas, unidades de conservação, marinha, locais reservados à administração militar e florestas públicas.

 

Produtores da agricultura familiar e comunidades locais têm prioridade no atendimento do Terra Legal. Os benefícios do Programa são diversos, com destaque para a redução do desmatamento e o aumento da produtividade de agricultores familiares. Ao receber o título de posse do terreno, o dono se compromete a cumprir os requisitos legais como a manutenção da área de preservação permanente ou a reflorestar a área desmatada.

 

O Terra Legal também doa para os municípios áreas urbanas localizadas em terras da União. Esta ação envolve além do MDA, o Ministério das Cidades (MCidades) e a Secretaria do Patrimônio da União (SPU), do Ministério do Planejamento, assegurando aos municípios a posse definitiva das terras e condições para o desenvolvimento da região.

 

Com informações do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA)

Foto: Albino Oliveira