Endereço: CRS 505, Bloco A Entrada 11 Sala 105 - CEP: 70.350-510 - Asa Sul - Brasília/DF | Fone: (61) 3256-0803 | 3256-0802 | 9 9558-5735

Site ajuda consumidor a escolher o eletrodoméstico mais eficiente

Quando você decide comprar um eletrodoméstico, que critério usa para a escolha entre tantas opções de modelos? O preço? O consumo de energia elétrica? A durabilidade? Como distinguir, entre os equipamentos com Selo do Procel , qual é o melhor para você?
Para ajudar o cidadão na melhor escolha entre os eletrodomésticos mais eficientes, foi lançada no Brasil a plataforma Topten.eco.br. Através de uma navegação bastante simples, é possível conhecer quais são os eletrodomésticos (refrigeradores, lavadoras de roupas e televisores) de uma mesma categoria à venda no país, seguindo  classificação do INMETRO, e saber mais detalhes que poderão influenciar diretamente na escolha. 
No caso de uma lavadora de roupas do tipo lava e seca, a plataforma mostra em ordem de eficiência, as marcas, os modelos, a voltagem, o uso de energia por ciclo de lavagem em kwh, o consumo de água por ciclo e por ano e o preço médio no mercado. “Mas o que chama mesmo a atenção é quanto de energia e água se economiza na vida útil do produto.  Em alguns casos esse valor é maior do que o investimento feito na compra. Ou seja, buscar um equipamento máximo em eficiência energética é bom para o planeta e é bom para o bolso”, comenta Alessandra Mathyas, analista de conservação do Programa Clima & Energia do WWF. 
A ferramenta, implementada no Brasil pela BSD Consultoria, tem o suporte técnico do Topten Internacional, com sede na Suíça. Em vários países, a iniciativa foi tão bem sucedida que tornou-se referência de qualidade em eficiência energética, amplamente reconhecida pelos consumidores. Na América Latina a plataforma também existe na Argentina e no Chile. Em cada país ela é “customizada”  de acordo com as regras nacionais de certificação e eficiência energética e traz elementos típicos. Na versão Argentina, por exemplo, um eletro muito consultado é o aquecedor. 
No caso do Brasil, a plataforma inicia com três categorias de eletros: refrigeradoras, lavadoras de roupa e televisores. “Mas nos próximos meses ampliaremos esta pesquisa para ar condicionados e freezers” explica Fernanda Coletti, da BSD Consulting.
No evento de lançamento da plataforma, estiveram presentes representantes da ABINEE – Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica, do INMETRO, do Instituto Akatu (que atua com questões de consumo consciente),  WWF, além de empresas e outras organizações que atuam com educação ambiental e eficiência energética. No debate realizado, percebeu-se que, no geral, o consumidor brasileiro reconhece a etiqueta de eficiência energética do INMETRO e o Selo Procel, este de caráter voluntário, que só é concedido aos produtos A em eficiência. Mas o consumidor não sabe diferenciar vários modelos com o mesmo selo e assim a decisão se dá muito pelo preço e pelo design. “A Topten ajudará muito o INMETRO e o Procel a facilitarem o acesso a informações importantes mas nem sempre tão claras ao consumidor, comentou Marco Borges, Coordenador do Programa Brasileiro de Etiquetagem do INMETRO.  
Além disso, sugeriu Carlos Tanides, da TopTen Argentina, a ferramenta impulsiona  as empresas em seus países a investirem mais ainda na eficiência dos seus produtos, para  assim serem reconhecidas na plataforma Topten. Ao fazerem isso, as empresas mostram seu empenho numa economia alinhada às metas climáticas do Acordo de Paris em 1,5oC até 2100. “O uso de energias renováveis associado à eficiência energética poderá reduzir as emissões no setor de energia em até 90%. Mas isso tem que ser logo, para que os países consigam cumprir as metas propostas no Acordo Global do Clima. Ferramentas como o Topten, neste sentido, contribuem de duas formas: com a consciência do consumidor e o empenho empresarial de reduzir as emissões. Com certeza, é muito bem vinda”, finaliza Alessandra, do WWF.  

FONTE: ASCOM/WWF – Brasil

Grupo Paepalanthus revive a arte de contar histórias

Para manter viva a arte de contar histórias, o Grupo Paepalanthus lança o projeto Poéticas na arte de contar histórias. O projeto, que será realizado até maio, criará uma oficina para aprender a arte, o Ateliê de formação, e ainda percorrerá escolas e parques do Distrito Federal levando contos e histórias diversas.

Estão previstos aproximadamente 15 seções espalhadas por Vicente Pires, Águas Claras, Guará e Taguatinga. Essas seções terão duração de 50 minutos e o tema vai variar de acordo com o público. Segundo uma das professoras responsáveis pelo projeto, o objetivo é levar o livro e a leitura para a rotina de crianças, jovens e adultos.

Poéticas na Arte de Contar Histórias:

30 de março – Parque Ecológico de Águas Claras – 16h

6 de abril – Parque Ecológico Ezechias Heringer – 16h

5 de maio – Taguaparque – 16h

FONTE: ASCOM/SINPRO-DF