Endereço: CRS 505, Bloco A Entrada 11 Sala 105 - CEP: 70.350-510 - Asa Sul - Brasília/DF | Fone: (61) 3256-0803 | 3256-0802 | 9 9558-5735

FestFlor Brasil: de quinta (28) a 1º de julho no Centro de Convenções Ulysses Guimarães

Sexta edição da feira, que reúne cadeia produtiva da floricultura no DF, será no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

DA AGÊNCIA BRASÍLIA, COM INFORMAÇÕES DA EMATER-DF

A partir de quinta-feira (28), o Centro de Convenções Ulysses Guimarães sedia a 6ª FestFlor Brasil — Feira Nacional da Cadeia de Flores e Plantas Ornamentais. A abertura será às 17h30.

Até domingo (1º de julho), das 10 às 20 horas, haverá exposição e venda de flores, acessórios, produtos e serviços para paisagismo, decoração, datas comemorativas e eventos sociais, além de atividades técnicas para profissionais e estudantes.

Os visitantes também poderão ver mostras interativas, ambientes decorados, shows e participar de cursos, oficinas, palestras e sorteio de arranjos florais. A entrada é franca.

Segundo o engenheiro agrônomo da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) e coordenador da feira, Cleison Duval, a FestFlor tem por objetivo reunir toda a cadeia produtiva: agricultores, paisagistas, comerciantes, distribuidores, decoradores e consumidores.

Duval destaca a melhoria da qualidade dos produtos expostos pelos agricultores desde a primeira edição, em 2010. “Eles estão mais atentos às exigências do mercado e trazem produtos mais bonitos e padronizados.”

Mercado consumidor de flores em Brasília
Brasília destaca-se como um dos principais mercados consumidores de flores do País, com consumo per capita de R$ 44,23 por ano contra R$ 26,27 da média nacional.

Os números representam movimento de R$ 216 milhões por ano até a ponta do consumo final, segundo dados de 2014 do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Para a coordenadora do programa de floricultura da Emater-DF, Loiselene Carvalho, o FestFlor é uma oportunidade de produtores e consumidores se aproximarem.

Segundo ela, a empresa pública estará presente com cerca de 80 agricultores de flores e plantas ornamentais, artesãos e agroindústrias. “Essa é uma chance de comprar diretamente com quem produz e criar oportunidades de negócios”, destaca Loiselene.

O Distrito Federal conta com 139 agricultores que cultivam flores e folhagens de corte, flores em vasos, plantas verdes em vasos, plantas ornamentais, palmeiras e gramas, em aproximadamente 545 hectares. Apenas 20 % da demanda local é atendida por esses produtores.

Feira terá seminário de capacitação
De 28 a 30 de junho, durante a FestFlor, técnicos, estudantes e agricultores podem participar do Seminário de Floricultura, que abordará os seguintes temas:

Tendências e Oportunidades para Produção e Comercialização de Flores e Plantas Ornamentais
Paisagismo e Extensão Rural
Paisagismo Consciente
O encontro é organizado pela Emater-DF e terá apresentações de especialistas de instituições públicas, privadas, de ensino e de pesquisa.

Além da Emater-DF e do Sebrae, apoiam a FestFlor a Secretaria da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, a Secretaria-Adjunta de Turismo, da Secretaria do Esporte, Turismo e Lazer, e a Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa).

6ª FestFlor Brasil – Feira Nacional da Cadeira Produtiva de Flores e Plantas Ornamentais

De 28 de junho a 1º de julho (de quinta-feira a domingo)

Das 10 às 20 horas

No Centro de Convenções Ulysses Guimarães (Eixo Monumental)

Entrada franca

ProUni abre inscrições nesta terça; estudantes podem consultar vagas

As inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni) começam amanhã (26). Os interessados podem consultar as vagas que serão ofertadas no segundo semestre na página do programa.

Ao todo serão oferecidas 174.289 vagas, sendo 68.884 bolsas integrais e 105.405 parciais em 1.460 instituições de ensino superior privadas. As vagas podem ser consultadas por curso, por instituição ou por município.

Para se candidatar, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017, ter alcançado no mínimo 450 pontos e ter tido nota superior a zero na redação.

Além disso, só podem participar alunos brasileiros sem curso superior e que tenham cursado o ensino médio completo na rede pública ou como bolsista integral na rede privada.

Alunos que fizeram parte do ensino médio na rede pública e a outra parte na rede privada na condição de bolsista ou que sejam deficientes físicos ou professores da rede pública também podem solicitar uma bolsa.

Bolsa integral
O candidato que quiser uma bolsa integral deve ter uma renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio. As bolsas parciais de 50% são destinadas aos alunos que têm uma renda familiar per capita de até três salários mínimos.

Quem conseguir uma bolsa parcial, e não tiver condições financeiras de arcar com a outra metade do valor da mensalidade, pode utilizar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

As inscrições poderão ser feitas de amanhã (26) até sexta-feira (29), na internet. Os resultados com a lista dos candidatos pré-selecionados estarão disponíveis também na página do ProUni, a partir do dia 2 de julho para a primeira chamada, e 16 de julho para a segunda.

Aplicativo
Os candidato podem baixar o aplicativo do ProUni, disponível na Google Play e App Store. A inscrição deve ser feita pela internet, mas pelo aplicativo o estudante pode acompanhar as divulgações das notas de corte dos cursos, pesquisar bolsas e acompanhar todo o calendário do processo seletivo.

Edição: Kleber Sampaio

Publicado em 25/06/2018 – 10:40  Por Mariana Tokarnia – Repórter da Agência Brasil  Brasília

Fonte e foto: Agência Brasil

Unicamp abre primeiro vestibular indígena com provas em cinco cidades

A partir deste ano, além do vestibular tradicional, haverá outras formas de ingresso para os cursos de graduação da Unicamp, como o Vestibular Indígena, as vagas das cotas étnico-raciais, vagas para medalhistas em olimpíadas de conhecimento e as vagas para ingresso via Enem.

O edital do Vestibular Indígena será divulgado em breve. As datas de inscrição estão indicadas abaixo:

Vestibular Indígena
Inscrições: 15/8 a 14/9/2018
Prova: 2/12/2018

As provas devem ser realizadas nas seguintes cidades: Recife (PE) e Manaus (AM), São Gabriel da Cachoeira (AM), Campinas (SP) e Dourado (MS).

Acesse mais informações